Borknagar – Winter Thrice (2016)

Se você tinha alguma esperança de que o Borknagar voltasse com aquele Black Metal sujo, recheado de referências pagãs e vocais extremos, pode esquecer. Os noruegueses abusaram dos vocais limpos nesse lançamento, com backing vocals dignos de músicas do Blind Guardian. As referências folk permanecem, dividindo espaço com influências de Power e Progressive Metal, o resultado de uma nova identidade sonora que se iniciou em 2010, com o álbum Universal.

Winter Thrice já chama atenção pela capa, com uma belíssima arte, e encanta ao longo de suas nove faixas. O disco começa com The Rhymes of the Mountain, mesclando muito bem elementos progressivos, guturais e vocais limpos, dando uma clara ideia do que está por vir. Logo em seguida temos Winter Thrice, faixa título e single do disco, completando assim as duas faixas previamente divulgadas pela banda.

Seguindo a nova linha musical do grupo, as faixas destacam bastante a atuação dos vocais, sempre colocando um dos instrumentos em evidência, geralmente a dupla de guitarras, que protagonizam duetos estranhamente encaixados no conjunto, por menos extremos que pareçam. Não dá pra dizer que o Borknagar virou uma banda de Power/Black Metal, mas eles fazem esse tipo de som melhor que muitas outras bandas que se propõem a isso. Baard Kolstad dá um verdadeiro show na bateria, sendo essa a melhor parte da obra, na minha opinião.

Se você não gostou dos últimos dois discos dos noruegueses, Winter Thrice não é a melhor recomendação que temos, mas é um disco ótimo, que mostra um amadurecimento musical tremendo e promete atrair uma nova leva de fãs para a banda.

Nota: 8

Contato:

Site oficialFacebookSpotify

DEIXE UMA RESPOSTA

Escreva seu comentário!
Por favor, digite seu nome